long run 2h junto ao rio – zonas cardíacas e de pace

Havia algum vento, embora só me tenha apercebido a sério disso quando fiz o percurso de regresso e desmoralizei um pouco, mas já lá vamos. Parti do Parque das nações, o objectivo era fazer 1h em direcção à ponte e 1h a voltar. Curiosamente bateu certo com a Ponte 25 de Abril. São muitos anos a virar frangos.

Screen Shot 2016-08-21 at 16.25.51

Logo no início percebi que tinha muito cansaço do treino de ontem à tarde, um esquilo trepador non-stop. Vi o caso mal parado. Depois do primeiro km fui aquecendo e as dores foram passando. Fiz o km 2 a 4:46, o meu pace de maratona de Malaga, mas depressa vi que o coração já estava a disparar para as 160 e tal batidas e que eu não ia aguentar aquele ritmo. A partir daí foi só usar o monitor cardíaco. O objectivo era evitar passar as 160 batidas até pelo menos os últimos km’s.

 

Screen Shot 2016-08-21 at 16.27.29

No regresso, a partir do km 10, apanhei vento de frente e desmoralizei, é uma parte algo exposta. Depois o vento amainou ou rodou (ou eu rodei) e já não me incomodou muito até ao final. Muito calor, parti às 10:00 e estava um sol impiedoso.

Cá está, a maior parte do treino foi feito na zona que actualmente é considerada tempo, mas também fugi para Z4. Só estive 7% na Z2 onde supostamente deveria ter estado. Há aqui um detalhe que tenho de afinar no strava e nas próprias zonas da garmin…

Screen Shot 2016-08-21 at 16.26.41

Teoricamente, estes dois gráficos deveriam ter a mesma distribuição. Este de baixo é baseado no meu tempo de maratona 3h30.

Screen Shot 2016-08-21 at 16.39.17

Isto pode acontecer por 3 motivos:

  • Estou cansado (ou em baixo de forma) e estou com o coração anormalmente alto face ao que estava quando fiz 3h30 na maratona;
  • As minhas zonas cardíacas não reflectem totalmente o meu esforço percebido e estão sobre-estimadas, isto é, se calhar a minha zona fácil é o que eu actualmente considero a Tempo.
  • Este modelo está errado, não existe correspondência ou ela veria demasiado de atleta para atleta.

Eu suspeito que é uma combinação destas 3. Se o modelo estiver errado como penso que está, não tem em conta factores que tornam extraordinário o tempo que se consegue numa prova versus o que se pode atingir em treino. Já nem digo estar com o cinto de hidratação e meio litro de água, ou a motivação, mas sobretudo a carga de cansaço comparado com o que deve acontecer no dia de uma prova em que vamos repousados. Por isso ao comparar o que é o meu ritmo de endurance com o que se consegue num longão depois de um dia em que tivemos 2 treinos, um deles muito duro, parece-me inútil e dar razão à primazia pelo treino por ritmo cardíaco.

Sobre as zonas, é objectivo e científico que a minha treshold está mesmo nos 172bpm confirmado pela prova de esforço. Essa percepção é também a minha, da experiência de usar monitor cardíaco. 172bpm é um limiar em que entro no anaeróbio. Por isso o intervalo da Z4 e Z5 estar nos 172 é aquele e chega.

Contudo, o Strava diz que o meu suffer score foi “epic” e eu francamente não achei épico. Sofri muito no fim e contei os segundos, mas não num sentido cardio, estava apenas muito dorido das pernas e só queria que aquilo acabasse (aliás, o meu ponto fraco é esse, analisado na prova de esforço, é no sistema periférico, nos músculos e é por isso que sou lento a subir por exemplo). Acho que a pontuação na treshold foi demasiado alta. É evidente que não estive na treshold.

Portanto, alguns ajustes vou ter de fazer nas zonas mais baixas, só para efeitos de strava e do plano da garmin. Porque para correr, há muito que deixei de pensar em “zonas” e tenho um contínuo na cabeça, excepto o tal cut off de 170 que me atira para zonas em que aguento pouco tempo. As zonas são uma convenção. Eu sei que eu ir a 161 é uma coisa e ir a 165 é completamente diferente. Ir a 145, 152, 160, 172, chegar aos 180 e tal.. são tudo números. E varia durante um treino, com condições diferentes.

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s