treino abortado, lesões e estrada

Hoje tinha 30 minutos fáceis de recuperação. Aos 15 minutos senti uma pontada no joelho esquerdo, face lateral esquerda, a mesma que já me assombrou noutros treinos nesta fase da maratona do Porto.

Treino interrompido imediatamente, sem stress. Já tenho experiência, não me apanham assim tão facilmente. Ao primeiro toque, acabou.

É impressionante como correr estrada é muito mais violento a nível de lesões do que o trail e ultras… Corri duas semanas de mais de 100km com uma brutalidade de desnível antes da Ehunmilak e zero sensações deste tipo, ou quase zero. Aliás, fiz uma prova de 100 milhas com zero lesões. Faço uma semaninha nos 80km de estrada e começam logo estas pontadas agudas nos joelhos.

Podia receitar-me correr os treinos em trail em Monsanto pelo menos, mas a verdade é que para uma maratona de estrada é preciso mesmo adaptar o corpo e a mente ao asfalto duro, plano, linha recta. Mas que isto é uma violência muito maior, é, não tem comparação com o terreno acidentado e orgânico de Sintra.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s