15′ easy + 15′ treshold + 15′ easy

Screen Shot 2016-07-23 at 00.46.30Screen Shot 2016-07-23 at 00.46.49Screen Shot 2016-07-23 at 00.47.19

Ok, se acertei em cheio no Treshold, tenho dúvidas quanto ao easy. Com o coração a 152 sentia-me relativamente easy por isso talvez o limite tenha de ir para lá de 146.

Ao comparar com os meus runs parecidos as diferenças são muito grandes. Um treino exactamente igual em 2013 foi feito, no global, a 6:01 por km e este foi a 5:20. Mas 2013 foi Madrid, as quatro horas. Em 2014 não tenho nenhum próximo, mas num de 4×8, os ritmos cardíacos foram surreais, para mesmo assim ser mais lento 30 segundos por km em média.

Screen Shot 2016-07-23 at 00.58.33

Portanto, é inquestionável que estou mais rápido, mais forte, mesmo cansado ainda da Ehunmilak. E tenho 2.5kg a mais pelo menos. Mas estou ainda algo longe dos valores necessários para uma maratona sub 3h. Vamos tentar ter motivação para o treino por este mesmo facto, o de estar distante. Notei hoje uma maior intolerância a regimes extremos e isso é bem patente na diferença entre estes dois extremos, como aguentei em 2014 20 minutos acima dos 171 bpm. Agora a sensação é desconfortável. Estrada é uma coisa, trail é outra.

Não  vale a pena para já estar com grandes análises a paces. Hoje estava uma ventania enorme e fui correr para o EUL, que inclui algum desnível. Aliás, fui para EUL de propósito e dei a volta inversa à do costume (e bati o PR da mesma) porque queria não estar a pensar em bater recordes das voltas, da milha, etc. Isso é lá para Outubro…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s