vertigo – 25km nas arribas do Cabo da Roca

treino3 treino1 treino2

Este track correspondia ao trail de 25km do Monte da Lua e até meio ao de 50km (o percurso é comum). Tentei apenas um atalho perto do fim, mas acabei por fazer 25km na mesma por causa de outro desvio.

Percebo agora as reclamações que li em redes sociais, acho este percurso anormalmente perigoso e a ideia de fazer isto em fila indiana com pessoal acima de mim ou abaixo, em modo de corrida arrepia-me, mas pelo menos no trail longo, como isto é no fim do percurso, não deve dar azo a grandes confusões.

Sofro um bocado de vertigens e isto foi um teste. Acho que houve passagens que são pura e simplesmente perigosas demais, em arribas instáveis. Uma delas parecia tão periclitante que optei por ir pelo mato a direito, só para passar um pouco mais longe da falésia suspensa… Dá a sensação que aquele trilho foi ficando cada vez mais perto da falésia em certos pontos porque a falésia caiu. Era boa ideia a organização ou autoridades esforçarem-se para limpar mato mais para dentro e abrir novos trilhos, pois vi algumas pessoas a fazer hike por aqui, incluindo uma família com crianças pequenas e um pai com um miúdo de 3 ou 4 anos às cavalitas! Há pessoas que não têm noção….

Foi um treino anormalmente duro. Sabia que os números impressionavam, 25km com 1000m, mas logo nas arribas (fiz o percurso no sentido contrário aos ponteiros do relógios) perdi muito tempo no terreno técnico, acabando por demorar 4 horas e 30′ quando queria despachar isto e 3h e pouco.

O fim foi muito penoso, muito calor, um estado de cansaço e fraqueza total e ainda por cima as salomon xwing 3 que nunca uso, estavam a dar-me bolhas, como sempre deram. Para manter uma velocidade normal, o meu ritmo cardíaco disparava para os 170bpms. É bom o treino com a sensação de exaustão que não só me faz habituar à mesma, como estimula a capacidade de metabolizar gordura, mas não foi boa ideia ter sido tão duro agora já tão cedo pois venho de uma paragem.

Levei monitor cardíaco, seguindo os conselhos de Tim Noakes. Quero sobreviver a um volume muito elevado de kms e habituar-me a correr lento e fácil para enfrentar os 112km do UTAX e já percebi que consigo andar pelos 170 sem dar por isso, o que é fatal numa ultra. Tenho de voltar a usar monitor nos treinos, como na preparação para RDUT , a minha primeira ultra, de 80km, para me habituar a ir lento.

Vi paisagens magníficas e espero voltar a este spot em breve para fotografar com calma.

Advertisements

3 thoughts on “vertigo – 25km nas arribas do Cabo da Roca

  1. Pronto, fico mais aliviada por ver que o problema não é meu. No dia da corrida estava um nevoeiro cerrado, mal se conseguia ver as praias lá embaixo e em certas secções nem mesmo uns 20 metros à nossa frente, o que aumentava a perigosidade das descidas. Do ponto de vista da paisagem é um ótimo spot para fotos, sem dúvida.

    1. Mais ou menos, especialmente do cabo da roca para sul. É o caminho mais perto dos limites da falésia ou então é mesmo o único trilho visível numa encosta, por isso acaba por não ser complicada a orientação. Mesmo assim um track gpx num gps recomenda-se.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s