um pouco de épico

Saí de casa com sol e calor, vestido apenas com roupa minimalista, o cinto de hidrataçação, dois géis e fui à aventura para Monsanto, com um treino em que me senti muito bem, apesar de ter sido apanhado por uma chuva torrencial a meio, com direito a trovoada e a descida abrupta da temperatura.

treino1treino3

treino2

Aos 8-9km cheguei ao que pensei ser o segmento do “Cozido” em Monsanto, mas enganei-me. Infelizmente não gravei no suunto os pontos de início e de fim do segmento. Contudo, dei tudo o que tinha neste e já ia com 8km e a subida até à prisão em cima.

segmento3 segmento2 segmento1

No fim cheguei mesmo aos 190bpm e demorei uns 2 minutos a conseguir respirar normalmente! Fiquei dobrado sobre mim mesmo a arquejar ruidosamente. Tenho de voltar aqui ou ao cozido. Bela rampa e não é mau ter tido um 17º posto em 325. Pensei em descer e correr junto ao rio, mas começou a chover mesmo muito e a trovejar e a zona do rio é um pouco exposta. O frio começou a fazer-se sentir, especialmente quando soprava o vento. Fui a Alcântara comer um croissant e matar saudades da zona onde trabalhei. Depois segui pela Maria Pia até Campolide e estou um bocado chateado com o Strava, porque nunca me reconhece este segmento! É uma subida muito longa que apanha a Maria Pia toda e a rua do Arco do Carvalhão, quase até Campolide, e desta vez dei tudo, debaixo de uma chuva bíblica, fila de carros ao meu lado. Recordei-me das dores imensas no último run aqui depois do Paleozóico! Que diferença, sem a lesão no joelho e com qualquer coisa… não sei o quê. Pela rua descia um rio autêntico e com os carros nos passeios eu tinha os pés quase submersos por vezes, tal era a violência da torrente, somando-se a isto os carros a encharcar-me. Senti-me bem, em regimes de 170bpm, já no anaeróbio. Quando parava em semáforos até deitava fumo. Fui a sorrir no fim, apesar das dores, com as endorfinas a bater a sério.

No fim ainda subi a casa, fui buscar o carrinho de corrida para ir apanhar a minha filha na creche. Foi um final bem divertido, quando ela me viu disse “o pai tá sujo!” e toda gente se riu. Sujo não estava, mas molhado sim. Voltámos para casa, sempre debaixo de uma grande chuvada, com o caos da cidade à minha volta, a minha filha confortável e seca no carrinho.

Não há nada melhor que um duche quente depois de uma aventura destas.

Advertisements

2 thoughts on “um pouco de épico

  1. Olha que às vezes o Strava esconde alguns segmentos (não sei se é por causa do perigos/trânsito). Creio que calhei a ver o trajecto que fizeste lá e havia um hidden segment, se calhar era esse.

    Abraço.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s