a 1 semana dos trilhos do Paleozóico

Bem, não posso dizer que esteja muito entusiasmado. Hoje talvez faça um teste curto ao joelho. Obrigado aos apoios e conselhos, mas sei mesmo o que isto é e este tipo de coisa só lá vai mesmo com paragem. O máximo que parei foi 1 mês e passou (e doía-me muito mais, mesmo a andar). Depois corri 1 maratona, 1 ultra de 80km e outra maratona a 3h30, sempre sem qualquer lesão. E isto aconteceu pela boa velha velocidade, já aqui tinha referido que já tinha detectado que para mim não era uma questão quilometragem, mas sim de velocidade e intensidade. Caí nisto porque me entusiasmei com Málaga, por ter corrido uma maratona num pace de 5:00, por estar ainda mais magro que nunca e por gostar. Então todos os treinos estavam a ser perto deste pace e frequentemente em anaeróbio em subidas onde metia o turbo, subidas onde antes ia a caminhar.

Agora só quero mesmo recuperar a 100% e vou mesmo aos Trilhos do Paleozóico, até porque vou com um amigo e vai ser divertido. Mas a prova está longe de ser fácil. Desde que o joelho não me trame, consigo fazer estes 48km e cerca de 2500m de desnível.

trilhospaleozoico

Advertisements

One thought on “a 1 semana dos trilhos do Paleozóico

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s