não importa como

Na vida temos de lidar com adversidades, mas como dizia o Bruce Lee, temos de ser como a água. A água quando entra no copo, ela transforma-se no copo, quando entra no bule de chá, ela transforma-se no bule de chá. A água não para de fluir, adapta-se, corre sempre. E depois ATACA!

bruce

Ok, esta parte confesso que não percebi bem, não sei como a água ataca, mas até ao atacar a analogia faz sentido. As coisas são como são e eu terei no primeiro trimestre de 2015 o tempo livre que tiver disponível e tenho de ser como a água.Já montei o Bob Ironman Stroller, amanhã testo-o com a minha filha. Será um precioso auxiliar para logar km’s, mas tudo depende dela, de como reage. Uma coisa é uma corrida de 45 minutos max de manhã ao levá-la para a creche, dando voltas no parque de Alvalade, outra é fazer 15km numa terça feira de madrugada com desnível na Belavista. Quanto aos long runs de fins de semana, irei para monsanto armado com comida, fraldas, farei pausas e pique niques, logo vejo como ela reage. Somos uma equipa.

Já desisti, para já, de pedir ajuda ao meu treinador e comuniquei-lhe isso hoje, pois não conseguirei nos próximos meses ter algo vagamente semelhante a uma rotina previsível. Entretanto passei para o excel quase 24 semanas de um plano de treinos a rondar os 100km por semana, do livro Relentrlesss Forward Progress. O plano deu-me vontade de rir de ão ambicioso e estúpido que é. Ideal para mim.

treino

É sempre assim, 24 semanas. Há várias semanas acima dos 100km. O Transvulcâna. é a 9 de Maio, por isso o plano para mim começará na semana 5, logo com quase 80k. Outras soluções para além do carrinho prendem-se com treinos bi-diários quando tiver tempo livre, velocidade ou distância de madrugada, à noite cumprir km’s de que faltem.

Não vou desistir. Sinto as circunstâncias a conspirar, sinto que me erguem barreiras, que me dizem “querias, mas agora não podes”, mas eu posso. Nem que à hora do almoço descubra um balneário público perto do meu trabalho e corra durante a hora de almoço e enfarde a marmita à pressa depois do banho. Nem que vá a correr para o trabalho e do trabalho para casa. Já o fiz no treino para o rdut. Ou sou ou não sou. Desejem-me sorte. Começo amanhã.

Advertisements

3 thoughts on “não importa como

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s