a pausa da época

Calhou bem, a nível de planeamento de época, não fazer a pausa em Agosto, como tantos fazem, por causa do calor, e preferir antes o fim de Dezembro para um reset total ao corpo. Nesta fase conjugam-se três coisas: mau tempo e pouca luz solar de manhã cedo (sol a levantar-se às 7:40, o que é isto?!), excesso de trabalho de fim de ano e exigências pessoais (prendas, compras, etc.) É tempo de estar com a família e repousar, lareiras, doces, salgados, vinhos, vinhos generosos, conforto.

Por outro lado, estou a ressacar tremendamente de correr, não estrada, mas trail. Ando a ressacar de natureza. Lembro com saudades imensas os long runs épicos em solitário que fiz por ocasião do trail do Douro, em sintra, na arrábida, em bucelas ou no montejunto. Estou muito feliz por chegar a esta pausa sem mazelas físicas, fui massacrado por elas quase desde que comecei a correr, de forma intermitente. Sinto o corpo bem. Ainda ontem tive de ficar um pouco mais no escritório e para compensar meti o turbo a voltar para casa e acabei por bater alguns PRs.
treino

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s