morte, saúde e corrida

Faleceu um corredor no Trail de Negrais este Domingo. Não sei ao certo o que sucedeu, mas falam de paragem cardíaca e depois sucedem-se os avisos para fazer exames médicos… Acho que é preciso enquadrar este tema, porque sempre que morre um maratonista numa maratona ou um corredor num trail, este tema vem à baila. E eu e outros corredores vemo-nos alvo de preocupações das nossas famílias e amigos. Dizem “correr é perigoso” e outras coisas do género. Atletas reforçam a importância dos testes de esforço e quejandos.

Bom, as doenças desse foro são a principal causa de morte em Portugal. Morrem cerca de 10 mil pessoas por ano de ataques cardíacos o que dá umas 27 pessoas por dia em média. 55% dos ataques acontecem a pessoas com menos de 40 anos. Só para começar por fizer que alguém falecer com problemas cardíacos é – infelizmente – comum e pode suceder em situações diversas e acredito que só uma ínfima minoria serão corredores. É certo que o esforço físico intenso como a corrida despoleta mais ataques ou problemas, mas no meu entender (aqui começa a minha opinião subjectiva) a corrida não faz mais do que revelar um problema que lá estava e na verdade tem um efeito preventivo enorme na esmagadora maioria dos casos por combater o sedentarismo.

A verdadeira causa de uma morte precoce por ataque cardíaco será ligada a muitas coisas, para além de factores genéticos, coisas como obesidade, tabagismo, hipertensão, stress, etc. A corrida ou uma sessão no ginásio apenas são o factor que despoleta o problema, mas não a causa. Se toda a gente corresse, acham mesmo que haveria tantos ataques cardíacos em pessoas com menos de 40-50 anos? E o ficar sentado 8 horas por dia num escritório?

Já disse o mesmo a propósito de lesões. Tanta gente diz “a corrida dá cabo dos joelhos”. Esta é das melhores. Eu conheço imensa gente com problemas graves nos joelhos quando chegam aos 50-60 anos. A minha mãe foi operada a um joelho aos 67 anos. Nunca correu. E diz-me “isso dá cabo das articulações”. Claro que não dá. O que dá cabo é ter zero músculos nas pernas e pesar 30% mais do que se devia. Mas de novo, um sedentário que começa a correr, como foi o meu caso, vai sofrer e muito. Tive lesões muito chatas nos dois joelhos (nunca fui ao médico, não gosto). Foi só ser teimoso, fazer exercícios de força, reforçar-me, esperar, insistir e gerir a carga com cabeça. Mas não, correr não dá cabo dos joelhos e das articulações e afins.

Advertisements

2 thoughts on “morte, saúde e corrida

  1. Inteiramente de acordo. Sempre que há uma morte, é usada como mais uma desculpa (esfarrapada) para o sedentarismo.
    No caso em concreto, assisti e partilhei a aflição de muitos participantes quererem socorrer um companheiro e desesperar por não conseguir fazê-lo reagir, até que chegasse a assistência (que foi bastante rápida, numerosa e qualificada, organização em alto nível!) – senti claramente falta de alguma formação em socorrismo que poderia ter ajudado o companheiro – ou não!
    Saber se foi ataque cardíaco (ou outra doença súbita) a originar a queda, ou o inverso, ninguém sabe dizer, só talvez a autópsia permita esclarecer.
    É sempre triste, e mesmo que não tenha acontecido devido a falha cardíaca, não é de menosprezar a importância de fazer exames regulares para controlar o sistema… contra mim falo, que apenas fiz uma prova de esforço há 3 anos, e daí para cá, alterei bastante as minhas rotinas (mais carga, mais tempo) sem reavaliar a máquina.
    Agora, não tenho dúvidas que, não fazer qualquer tipo de desporto, fazer o culto do sofá e ter um AVC a emborcar minis e cheetos não é opção, e também não dá “manchetes”, só dá mais um para a estatística…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s