nunca tanto km, sem dar por isso

Tudo somado, bicileta e corrida, Novembro foi o mês em que mais km’s fiz: 441km, com 220km de corrida e o restante de commute de bicicleta para o trabalho. O que acho interessante também é a tendência crescente que marcou 2014. Mesmo no treino para a maratona de Madrid, em Abril, não se compara o volume de kms de janeiro fevereiro e março com o destes últimos setembro, outubro e novembro.
treino

O mês de Setembro curiosamente foi o da ultramaratona, o volume é menor porque incluiu uma semana e tal de taper e a recuperação posterior que durou o mês todo.

Esta semana voltar quase sempre de metro para evitar os fortes ventos de norte e as subidas. Tenho de descansar as pernas o mais possível até domingo. Amanhã nem sei se faço o treino de séries de 2×5 minutos, logo se vê. A única coisa que me preocupa agora é estar todo entupido (ouvidos e nariz). Não estou propriamente constipado, nem me sinto mal, mas estou todo “mucoso” e quero os pulmões limpos. Vem aí um briol… Para Málaga prevê-se sol, vento muito fraco, 8 de mínima, 15 de máxima. Portanto, tempo perfeito, desde que vá bem agasalhado para a partida com um casaco descartável que atire para o lado mesmo antes de começar a prova, um truque que aprendi em MAdrid quando vi centenas de casacos e t-shirts a voar pelo ar segundos antes da partida…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s