treino abortado

O long run de ontem estava marcado para hoje, como o antecipei um dia por circunstâncias, pensei fazer hoje o treino que estava marcado para ontem: 30 minutos fáceis. Neste caso, em ritmo de recuperação muito lento. Assim que arranquei senti o cansaço todo muito forte, tornozelos doridos, tudo cheio de nós… desde que sejam sensações simétricas está tudo bem. O que não estava nada bem foi sentir uma pontada aguda no joelho esquerdo à primeira descida, quando o pé aterrava. Parei, andei um bocado… pensei em voltar para casa a correr, lentamente e a subir… de novo a pontada. Acabou logo ali o treino, aos 5 minutos. Já no treino longo de ontem senti essa pontada numa ocasião, coisa de 20 passadas e desapareceu. Já sei que é assim que começa. Esta é daquelas lições que infelizmente só mesmo a (má) experiência dá. É preferível parar 48h do que parar um mês. Não me senti frustrado, mas sim feliz por ter chegado ao ponto em que reconheço uma dor perigosa de uma dor normal ou tolerável e sou capaz de parar um treino. Além disso, era suposto descansar depois long run duríssimo de ontem, por isso não estou a prejudicar o plano por aí além.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s