opções

Tento escolher o próximo objectivo. Não será a próxima corrida provavelmente, mas uma forma de encarar as próximas corridas como preparação para esse objectivo.

Aqui umas opções nos EUA e Canadá na ordem dos 160km. Algumas como a Hardrock ou Fatdog nem são opções, estão ali apenas para relativizar e perceber melhor o que é realista.

The Western States 100 – É um clássico, a mais prestigiada e antiga corrida de trail dos EUA. Tem a favor de ser uma escolha o facto de não ter um desnível extremo, “apenas” 5500m de acumulado vertical em 160km. Não deixa de ser terrível, mas para se ter uma ideia, o DUT no Marão que vou fazer terá 4500m de acumulado vertical em 80km. Algo como o UTMB tem perto de 9600 metros em 160km. Portanto, é uma prova comparativamente mais plana.

Leadville 100 – É ainda mais plana, apesar de decorrer em altitudes superiores a 3000 metros, o que acrescenta muita dificuldade. Tem “apenas” 3500 metros em 160km. Os vencedores conseguem tempos na ordem das 15 horas (no Montblanc sobe para 22h +-) mas o normal são tempos bem superiores a 30 horas.

Hardrock 100 – Demasiado dura, ainda pior que o UTMB. Desnível total superior a 10 000 metros e decorre acima dos 3500 metros. Hmm, não obrigado.

Depois temos esta canadiana que parece bem interessante, a Fatdog 100. Também é demasiado dura, apenas um pouco abaixo da Hardrock, mas tem algumas vantagens, diz que é mais bonita e sendo menos conhecida, tem um espírito ainda mais puro.

Dito isto, não é preciso ir aos EUA para encontrar dureza da pesada. Portugal e Espanha têm coisas que podem impor respeito, como se pode ver pelo acumulado que o DUT tem para uma distância de “apenas” 80km. É bom pesquisar e perceber que vou fazer uma prova especialmente difícil e não desanimar se demorar muito tempo e me custar muito. Em breve farei o equivalente a este post mas para as provas portuguesas. O mais provável é que em 2015 decida fazer uma prova emblemática em Portugal e uma em Espanha. Em Espanha apetece-me fazer a EHUNMILAK acima de todas, mas pode ser demasiado dura. Pelo DUT aprendi – mesmo antes de fazer a prova – que é melhor ter um bom equilíbrio entre ambição e realismo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s