fase 2 , mudança de planos

Fazendo o balanço das duas últimas provas (Cucos e Ecomaratona) antes dos dois meses e meio de treino finais até ao DUT, concluo que a minha confiança está longe de estar satisfatória e vou ter de ser eu a escolher exactamente os treinos que quero fazer e como, seguindo a filosofia Run by Feel do Matt Fitzgerald em que nos focamos nos treinos que nos fazem sentir bem e melhoram a confiança.

Portanto, a minha folhinha com os treinos planeados até 13 de Setembro, ardeu. Acho pouco eficaz o foco exclusivo na quilometragem semanal a rondar 60-80km todas as semanas em que na prática só uma das corridas é desafiante, a longa de sábado. É preciso qualidade e diversidade que era o que eu tinha nos planos da Garmin e não esta seca de rotina. Já percebo que corro 80km numa semana dividido por pequenos runs de 8-12km e um de 30-35km. O lixado é correr 42km de uma vez, quanto mais 80. Prefiro grandes treinos que me obrigam a uma superação psicológica. E seguir esse treino de outro no dia seguinte, em que vou com pernas cansadas, para simular o cansaço da ultra. Por isso sábado vai ser um longo com altimetria em serra (Montejunto, Sintra, Arrábida), domingo logo se vê, pode curto mas com muita altimetria, como um loop em monsanto, só porque me dá jeito fazer isso ao domingo (domingo posso ir de carro até lá e correr 100% lá, em vez de ir a correr de casa até Monsanto e voltar a corrder de lá, perdendo 40 minutos).

Segunda e Terça provavelmente descanso. Quarta ou lento de recuperação ou descanso. Não há problema de ter 3 dias de descanso. Ou mesmo parar vários dias. É importante ouvir o corpo e abrandar e estar pronto para outro treino de superação. Eu não me dou bem com uma repetição demasiado intensa de pequenos treinos, nem que seja pelo esgotamento mental de ter treinos desinteressantes, de picar o ponto. E durante a semana, treinar velocidade, algo que tem estado ausente e que no fundo é o mais prático de treinar, pois posso correr mesmo ao lado de casa e em apenas 40 minutos posso ter um workout pesado.

Vou esticar a corda ao máximo durante o mês de Julho. Se me rebentar todo, tenho Agosto para recuperar de eventuais lesões. Para já, maldito edema nas pernas e nos pés!

Advertisements

2 thoughts on “fase 2 , mudança de planos

  1. Especialmente para trail, o treino de força é tão importante como o treino de corrida (especialmente para evitar lesões durante o percurso em trilho) – pelo menos é o que os profissionais me têm dito.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s